O Coaching é um procedimento não somente novo, mas inovador. Isso faz com que muitos não conheçam seu significado e o confundam com outros processos. O Coaching é um método que tem como objetivo efetuar uma transformação positiva na vida do coachee (cliente), seja ela profissional, pessoal ou espiritual. Por meio do estabelecimento de uma relação de empatia e apoiado em ferramentas específicas, o profissional o conduz ao alcance de suas metas.

O coach não oferece pautas de conduta. Pelo contrário, se baseia na igualdade, em um relacionamento em que não há autoridade com mais poder. Assim, trabalha a partir das respostas elaboradas pelo próprio cliente, guiado pela escuta ativa e empatia. Com um olhar voltado ao presente, foca no futuro para traçar as estratégias que levarão o coachee do estado atual (o ponto A) ao desejado (o ponto B). Para isso, empodera o cliente, o motiva, desenvolve suas competências e alavanca seus potenciais.

Todo o processo é centrado no indivíduo e na sua experiência subjetiva. O Coaching é, então, bastante diferente de outros meios utilizados em benefício daqueles que os procuram. Mas é comumente confundido com terapia, consultoria e mentoring. Para compreender as diferenças é importante saber um pouco sobre a definição de alguns desses métodos.

A terapia, por exemplo, está relacionada à saúde mental e aos desafios psicológicos. Ao procurá-la, o cliente busca se desfazer de problemas emocionais ou psíquicos. Com o Coaching, o cliente foca na ação. Busca alcançar seus objetivos específicos, apoiado no profissional que levará em consideração suas características, necessidades e habilidades.

Já a consultoria se realiza quando o cliente, em busca de sucesso em uma determinada meta, se beneficia do conhecimento de um profissional especializado no assunto. O consultor, diferentemente do coach, é um expert em uma área específica. Normalmente, é contratado para dar ideias e soluções pontuais, apoiando a tomada de decisões de pessoas ou empresas. As ações são, portanto, propostas a partir do diagnóstico feito pelo consultor, de acordo com o seu conhecimento adquirido.

O mentoring, por sua vez, é realizado pelo chamado “mentor”, que é alguém com vasta experiência profissional no campo de interesse do cliente. Ele trabalha como um mestre e aconselhador. A partir de discussões orientadas, o mentoring propicia ao cliente adquirir os conhecimentos acumulados pelo mentor, por meio de conselhos. Tanto no mentoring como consultoria, os profissionais entregam ideias prontas, baseadas na própria experiência. Já no Coaching, não são dadas respostas. São feitas perguntas poderosas para que o próprio cliente seja capaz de descobrir o caminho a trilhar.

Além dos métodos citados, também é muito comum que o Coaching seja confundido com treinamento, autoajuda ou ensino. Contudo, somente o Coaching permite que o cliente tenha ganhos concretos, que irão durar para além do momento do treinamento, efetuando uma verdadeira mudança e permitindo grandes sucessos.