A comunicação é de extrema importância para a vida em sociedade e é alicerce da cultura e das relações pessoais. Ser compreendido é o primeiro passo para ter sucesso seja em uma viagem ao exterior, seja em uma conversa educativa com filhos ou alunos, em relacionamentos amorosos ou até mesmo no trabalho, com os clientes, colegas e chefe. Falhas na comunicação trazem desarmonia, rompimento, confusão e frustram os objetivos dos interlocutores.

Uma vez que a comunicação é a base do trabalho do Coaching, respaldando a relação entre o coach (profissional) e o coachee (cliente), o rapport surge como elemento essencial e significativo para este processo. Muitos ainda não sabem o real significado da palavra “rapport”, apesar de ela ser bastante conhecida no mundo do Coaching. A origem do termo é francesa e assume os significados de “relação”, “empatia”, “sintonia”. Na língua inglesa, rapport pode ser traduzido por concordância, conformidade e harmonia. Assim, o rapport está relacionado às relações de confiança e de empatia em um contexto de comunicação.

A técnica é um instrumento de interação e troca entre pessoas que permite um canal de comunicação aberto e sinérgico. Com ela, o coach profissional trabalha para criar semelhanças com o coachee, que se dão tanto de modo verbal quanto não verbal. Assim, em uma espécie de espelhamento, o coach reproduz os gestos, os movimentos corporais, o tom de voz, o ritmo da respiração, o estado de ânimo e utiliza em seu vocabulário as mesmas palavras usadas pelo cliente. Também o canal de comunicação preferencial do coachee é priorizado. Assim, o coach trabalha para diagnosticar se o cliente é mais auditivo, cinestésico ou visual. É a partir daí que se posicionará na escolha adequada de palavras e expressões que se sintonizam com o Canal de Comunicação utilizado pelo cliente.

O trabalho é feito de maneira sutil e não em uma imitação forçada, de forma a permitir que o coach transmita claramente e objetivamente tudo aquilo que quer dizer, permitindo que o outro fique mais receptivo ao que ouve. Assim, no Coaching, o rapport é uma espécie de guia para a comunicação. Ele permite que a relação de confiança e entendimento seja produzida, potencializando as chances de alcançar os resultados do processo.

Com conhecimento, também é fácil descobrir o que o outro está sentindo em determinada situação. Seus gestos denunciam se ele está, por exemplo, desconfortável, relaxado, apreensivo ou amedrontado. As palavras que utiliza, se fala alto ou baixo, se olha para cima ou para os lados. Tudo isso são pistas que, quando dominadas, ajudam o coach a extrair as reais necessidades do coachee. O conhecimento daquilo que o outro sente e tenta transparecer é uma alavanca poderosa para o sucesso.